Skip to main content
Diferença entre Análise Ergonômica e Laudo Ergonômico
Qual é a diferença entre análise ergonômica e laudo ergonômico?
nov 10

Diferença entre Análise Ergonômica e Laudo Ergonômico

Qual é a diferença entre Análise Ergonômica e Laudo Ergonômico? Erroneamente costuma-se chamar a Análise Ergonômica do Trabalho (AET) de Laudo Ergonômico. Porém, na Análise Ergonômica não se faz referência ao nexo causal.

A identificação da presença de riscos ergonômicos necessariamente não indica que os trabalhadores irão adoecer. Isso dependerá de diversos fatores, dentre eles, o tempo de exposição, frequência, nível do risco, dentre outros. Porém, é necessário saber se eles existem e é para isso que a Análise Ergonômica do Trabalho é indicada.

A Análise Ergonômica é um estudo acerca dos postos de trabalho de uma empresa, exigência da Norma Regulamentadora 17 :

17.1.2. Para avaliar a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, cabe ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho, devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de trabalho, conforme estabelecido nesta Norma Regulamentadora.

A AET estuda características do trabalho: tarefa, equipamentos, mobiliários, organização, fatores de risco, etc para compor um diagnóstico. Além da NR17, outras referências técnicas devem ser utilizadas, pois a NR17 é muito pobre neste quesito. A partir desta análise podem ser sugeridas medidas para a minimização ou anulação dos riscos e inconformidades.

E para entender melhor a o que significa um laudo convido à leitura do significado desta palavra.

Significado de Laudo:

Dicionário da Língua Portuguesa Michaelis: 1. Texto em que um especialista emite sua opinião em resposta a uma consulta. 2. Opinião escrita que um perito emite parecer e responde aos quesitos propostos pelo juiz e pelas partes interessadas.

Wikipedia: O laudo pericial é o relato do técnico ou especialista designado para avaliar determinada situação que está dentro de seus conhecimentos. O laudo é a tradução das impressões captadas pelo técnico ou especialista, em torno do fato litigioso, por meio dos conhecimentos especiais de quem o examinou. (…) Difere do parecer, que é uma resposta à consulta de uma das partes sobre dados pré-existentes, em geral, culminando numa conclusão ou solução para o litígio. Em suma, é uma opinião especializada de um profissional habilitado sobre matéria fática para solucionar discórdias em discussões judiciais, e pode versar sobre variadas matérias: medicina, informática, meio ambiente, acidentes de trânsito, psicanálise etc.

Portanto, o laudo emite a opinião do perito e refere informações que levarão à conclusão de causalidade sobre uma situação. Um Laudo Ergonômico esclarecerá, se há ou não nexo causal para doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho.

 

Banner ebook 10 passos (1)

Artigos Relacionados

Ergoftalmologia - Saúde dos olhos

Ergoftalmologia – 5 Dicas Para Manter a Saúde dos Olhos Durante o Uso do Computador

Neste post eu vou falar sobre ergoftalmologia e 5 dicas para manter a saúde dos...

Ergonomia para home office

Home Office com Ergonomia!

ergonomia é economia

Ergonomia é Boa Economia

A ergonomia é boa economia, como diz Dr. Hudson Couto, com o qual já pude...

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*